quinta-feira, janeiro 06, 2005

Fim da Impunidade?


O Supremo Tribunal chileno reconsiderou a sua decisão de Julho de 2002 de não permitir o julgamento de Augusto Pinochet pelo seu papel no desaparecimento de mais de 3 mil opositores durante a ditadura militar, entre 1973 e 1990. A sentença obrigará o ditador a responder por nove crimes de rapto e por um outro de homicídio. Até que tal suceda, Pinochet vai ficar em prisão domiciliária.A decisão do Supremo chileno é definitiva.

13 comentários:

Pintelho disse...

Fiquemos, então, eufóricos: YUHUUUUUUUUU! YUPIIII!

Anónimo disse...

Este filho da puta, há mais de dez anos que devia prestar contas à justiça chilena.Não era ficar em prisão domiciliária.

PF disse...

Admiro actual justiça chilena. Admiro também os médicos chilenos que conseguiram fazer o que o comum dos mortais não faria... salvar a vida a um torcinário que assassinou massivamente o seu semelhante. Por mais medidas que se tomem, este é um dos casos em que a verdadeira justiça nunca será feita... infelizmente.
Um abraço.

Maria Papoila disse...

Só é pena esse Fdp já estar velho. Antes de ir a tribunal ainda morre, o que é uma pena... Mesmo assim, nada paga o sofrimento do povo Chileno.

LS disse...

Só espero que a criatura não encontre mais uma "doença" para justificar o adiamento do julgamento.
Mas estou consigo, e assino por baixo da frase do Sepúlveda!

Toze disse...

É vergonhoso ver a serenidade com que as justiças tratam estes Cabrões !!!

Finurias

Angela disse...

Parece que às vezes sempre podemos dizer que a justiça tarda, mas não falha.

O Padrinho disse...

Parece esbatido de significado, do género "só agora". Mas tem um significado daqueles!

francis disse...

Concordo contigo.
Mas há um problema; este julgamento vem muito tarde e jamais será feita uma justiça condigna.

Abade de Ravena disse...

Este Pinochet nunca pinochou cá na minha Abadia, nem merece a absolvição. Parabéns pelo blogue.

mfc disse...

Tchim... tchim...
Até que enfim.

JOANA disse...

Ficamos contentes sim, mas ainda ontem ouvi nas notícias que por causa da sua idade, e estado de saúde, os juízes podem reconsiderar a pena a que estará sujeito... Sinceramente, não sei se também se os acusadores têem alguma força, será que é preciso tantos anos para descobrir?! Descobrindo á mais tempo atrás, ele não era "aliviado" da pena a que tem direito!!! Enfim... :/

gin disse...

É verdade que nada paga o sofrimento do povo chileno, mas faz-se alguma justiça. O que me parece mais importante neste caso de pinochet é abrir um precedente para todos os ditadores, i.e., é importante que eles saibam que depois de massacrarem os seus povos, é lá que serão obrigados a viver. Isto de os ditadores poderem fugir dos seus países e passearem-se pelo mundo a seu belo prazer é um verdadeiro escandalo. O facto de pinochet ter sido acusado num outro país que não o chile é um facto que deveria ser estendido a outros ditadores. Na verdade, acho que o mesmo deveria ser feito em todo o mundo em relação aos dirigentes que fazem a guerra no iraque ...