quinta-feira, fevereiro 24, 2005

Os Óscares


O Óscar é o prémio concedido pela Academia das Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, para galardoar, cada ano, os melhores filmes, realizadores, argumentistas, actores e actrizes, técnicos e numerosos outros aspectos da indústria cinematográfica. O prémio é constituido por uma estatueta com a altura de 34 centímetros e com o peso de 3,85 quilos, a estatueta nem sempre se chamou Óscar, segundo a lenda recebeu este nome, devido à bibliotecária da Academia, Margaret Herrick,que ao vê-la exclamou:
"Parece mesmo o meu tio Óscar".
O Óscar foi criado pela Academia das Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, e foi atribuido pela primeira vez em 16 de Maio de 1929, no Hotel Roosevelt, em Hollywood, para premiar o melhor que se tinha realizado no cinema nos anos de 1927 e 1928. Nesse ano o melhor filme do ano foi "Wings" de William A. Wellman, na categoria de melhor actor foi distinguido Emil Jannings, e o Óscar de melhor actriz foi para Janet Gaynor. Foram distribuidos um total de 15 Óscares, numa cerimónia que durou 15 minutos. Difundida inicialmente por rádio, a cerimónia da entrega dos Óscares começou a ser transmitida pela televisão a partir de 1953, sendo actualmente um dos programas de televisão mais visto a nível mundial.
Se tiverem paciência para ler, tem abaixo 7 post's do que mais relevante se passou em matéria de atribuição dos Óscares da Academia.

19 comentários:

polittikus disse...

Vamos vwer se é desta. tenho tido muitas dificuldades em comentar teu blog. Não sei porquê!!! Em relação a post, só tenho pena do fuso órário não me permitir ver a coisa em directo, tenho sempre de ver no dia seguinte...

hamy-pros-friends disse...

sempre a aprender qualquer coisa... se fosse em Portugal chamar-se-ia Oscaralhito! Somos pequenos!
desculpem misturar a cultura com a caricatura.

Anónimo disse...

Bela compilação de informação. Parabéns e obrigada.
Abraço,
DespenteadaMental

Pedro disse...

Será que a bibliotecária tinha uma paixoneta com esse musculado tio Óscar? Nunca saberemos :) Quanto a cerimónia itself, eu acho que nos últimos anos estes prémios tornaram-se previsiveis, e sobretudo um meio para promover filmes, não para premiá-los, pois temos visto demasiados bons filmes e actores (sobretudo estrangeiros) a serem preteridos face a coisas banais. Berlim, Veneza e Cannes têm se tornado nas verdadeiras festas do cinema.

Bandido ORiGInAl disse...

Desde que não seja o Aviador a ganhar o Oscar, tudo bem.

hehehe

Eu não gosto mesmo nada do Di Caprio, que péssimo actor.

purita disse...

É a primeira vez que visito a "fábrica" e confesso que já tinha pensado se não teria sido inspirado por a.warhol..vim a confirmar uns post abaixo que sim!Vou voltar porque partilhamos o mesmo gosto por warhol e pelo lado mais artístico da vida!Concordo aí com alguém que disse que os óscares e a sua atribuição se tornaram demasiado comercial para que eu fique acordada para ver!De qualquer das formas é uma cerimónia em que toda agente se arranja bem, e isso, nos dias que correm, até é agradável de ver!
Nem estou muito actualizada quantos aos candidatos, mas ao contrário do bandido anterior, achei muitissimo boa a interpretação do di Caprio!
desculpe o tamanho do comentário!

آرمین گیله‌مرد disse...

hi,

what??? ;-)

Angela disse...

Li todos os posts e gostei da análise, certeira. E já estão aí os da primeira metade da primeira década do XXI.

Anónimo disse...

Depois de ter comentado as décadas, parabéns pelo excelente post.Um abraço.

hamy-pros-friends disse...

a pedido, Armando, passa a Garnizé Dom Fafe, sempre é mais foleiro. Concordo e fica mais perto de Barcelos.
levam porrada que até ferve...

Ricardo disse...

Excelente iniciativa. A escolha da fotografia do Titanic na ultima década representa bem como a cademia perdeu credibilidade. Será que os premiados têm alguma coisa a ver com os melhores do ano? Duvido!

Armando S. Sousa disse...

Ricardo, uma ou outra vez a Academia acerta na escolha de melhor filme do ano. É impressionante como um filme lamechas como é o Titanic consegue ganhar onze estatuetas. Só se explica pelo facto de muitas forças se movimentarem no lada escuro, aliás e estamos de acordo, como é possível que Martin Scorsese nunca tenha ganho o Óscar de melhor realizador? Como é possível que Hitchcock, nunca tenha ganho o Óscar de melhor realizador? Há muitos mais casos.

peciscas disse...

É por essas e por outras que, cada vez mais, os Óscares me dizem menos...

Humor Negro disse...

Eu e um amigo meu costumávamos, à laia de totobola, fazer previsões de quem ganhava os óscares na maioria das categorias. Na altura tínhamos todo o tempo do mundo para visionar todos os concorrentes. Agora já não dá.
Não referiste um pormenor curioso dos Óscares, que foi a primeira vez que a cerimónia foi utilizada numa perspectiva política. O autor foi o Marlon Brando, que se recusou a ir receber o prémio e mandou uma índia que depois discursou sobre os direitos dos native-americans.

O Pi@d@s disse...

A tua fábrica de Cinema está em grande. Parabéns!
;-)

Getthis disse...

Efectivamente,estes posts retratam na perfeição a fachada em que os Óscares se tornaram ... É pena pois ja foi outrora um grande "show"! Excelente compilação de informação.
Parabéns

Menina_marota disse...

Deixo-te o meu bom dia e um agradecimento pelas leituras que nos proporcionas.É um prazer enorme, para mim, ler todos os teus artigos. Abraço ;-)

O Micróbio disse...

Já podes colocar também uma referência especial para a primeira década de 2000. Não vai aparecer nenhum filme que seja tão galardoado como o foi o ano passado o "Senhor dos Anéis: O Regresso do Rei"...

pindérico disse...

Mais uma excelente iniciativa. Parabéns!
Quanto à Academia... tudo bem; mas já é excessiva a vulgaridade de algumas opções! Isto para não lhe chamar outra coisa!